Dez dicas do que não fazer em uma entrevista

13 de fevereiro de 2017
admin

* Por Vilma Mattos – Assessora de Comunicação e parceira da OC&M

Tornar-se notícia é o desejo de muitos empresários, profissionais liberais, artistas, atletas, enfim, a maioria das pessoas quer estar na mídia. Aí sua assessoria de imprensa consegue uma oportunidade e você, feliz da vida, sai dando entrevista a torto e a direito, como lhe convém, crente de que está abafando.

Calma! Não é bem assim… Cuidado para não tornar uma boa oportunidade de divulgar seus produtos ou serviços – ou até você mesmo – num desastre.

Conheço casos de entrevistados que simplesmente conseguiram derrubar a pauta porque não souberam lidar com a imprensa. Parece exagero, mas acontece com frequência. Para você não cometer o mesmo erro, aqui vão 10 dicas básicas, do que não fazer quando for dar uma entrevista:

  1. Não trate o jornalista como seu fosse sua secretária. Já presenciei entrevistado dizendo, “Escreve aí…..”, como se ditando uma carta. Isso é péssimo.
  2. Não peça para ler a matéria antes de ser publicada. Isso soa como censura ou desconfiança. “Será que ele vai escrever direito?”. Ao invés disso, coloque-se à disposição para esclarecer qualquer dúvida que surgir quando o jornalista for escrever a matéria.
  3. Não trate o jornalista que acabou de conhecer como se fosse seu mais novo amigo de infância. Não se iluda, ele não é o RP de sua empresa. Ele é um profissional a serviço do veículo onde trabalha e o foco dele é a opinião pública e não sua empresa.
  4. Quando falar com um jornalista, tenha certeza: você está dando uma entrevista. Jornalista não procura entrevistado para bater papo. Portanto, cuidado com as informações em “em off”.
  5. Não minta. Jornalista é meio que cão perdigueiro e se for um bom profissional, vai checar os dados. Lembra do caso Bill Clinton e Mônica Lewinsky? Para citar um exemplo mais próximo e recente: Eduardo Cunha e suas contas no exterior.
  6. Não fale de mal de um jornalista para outro, mesmo que concorrente. O “turnover” também acontece nas redações. Hoje um repórter pode estar num veículo e amanhã em outro.
  7. Não diga a um jornalista que você é amigo do dono do veículo onde ele trabalha, ainda que seja. Isso cheira a tráfico de influência e jornalista odeia!
  8. Não tente subornar um jornalista. Não que não exista jornalista corrupto, mas você pode oferecer dinheiro para quem só está atrás de notícia. E aí você acaba virando notícia mesmo!
  9. Não espere que tudo que você disser seja publicado. Todo material jornalístico é editado de acordo com o interesse público, espaço e tempo disponível do veículo. Portanto, não ligue para reclamar. Ao invés disso, torne a sua entrevista interessante.
  10. Não dê chá de cadeira em jornalista. Se for atrasar, ou não puder atender, avise. Jornalista trabalha contra o relógio. Além disso, existem centenas de empresas querendo atenção da mídia. E fazer isso para demonstrar que tem uma agenda concorrida, nem pensar! Além de falta de respeito, denota falta de organização.

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *